Quais são os alimentos que contém grandes quantidades de fibras?

Image result for fibras alimentares

Os alimentos ricos em fibras costumam ter origem vegetal, assim como frutas, verduras, legumes, frutas secas e cereais.

O consumo contínuo e diário de fibras é imprescindível para que exista uma alimentação saudável é balanceada, além de prevenir inúmeras enfermidades.

As fibras propiciam benefícios para o organismo como o combate a prisão de ventre, já que acelera o ritmo do intestino e regula toda a flora intestinal. Além disso auxiliam no emagrecimento, já que as fibras causam uma sensação continua de saciedade, o que auxilia inclusive no emagrecimento.

As fibras ainda controlam a diabetes, já que diminui de maneira notória o açúcar no sangue. O colesterol e os tríglicerideos também são beneficiados por este nutriente, já que além do açúcar, as gorduras no intestino também são controladas, impedindo o aumento repentino.

É importante salientar que todos estes benefícios são ainda maiores com o consumo de uma boa quantidade de água por dia e com uma alimentação saudável, que invariavelmente terá fibras, já que contempla todos os nutrientes.

Alguns alimentos ricos em fibras e muito saudáveis são: O Farelo de trigo, a farinha de centeio, a aveia e o pão integral. Outros alimentos benéficos são a couve manteiga, brócolis, cenoura, batata doce e pimentão verde.

Em relação às frutas, o caqui,

O abacate, a goiaba, a laranja terra e a maçã são as melhores opções.

A linhaça, as amêndoas, a castanha do pará, o coco cru e a castanha de caju também não podem faltar em uma alimentação balanceada. A farinha de soja, o feijão carioca, o amendoim e a lentilha cozida também são essênciais.

A ingestão das fibras deve ser feita de maneira diária, entre 20 e 40 g por dia. Uma dica é ingerir com frequência frutas cruas e com casca, elas são especialmente ricas em fibras e muito benéficas para a saúde, já que não passam por absolutamente nenhum tipo de tratamento.

Pesquisa registra contaminação por plástico em água de torneira

 

Diversos estudos já apontaram a presença constante dos microplásticos nos oceanos e em águas de rio de todo o planeta. Mas uma nova pesquisa realizada pela Orb Media revelou que a poluição causada por essas microscópicas fibras de plástico foram parar na torneira de muitas pessoas em todo o mundo. A pesquisa sugere que de Nova York até Nova Déli, há poluição plástica nas águas que saem das torneiras.

Uma das voluntárias que doou amostras de água de sua torneira, Mercedes Noroña, com 61 anos de idade, disse que quando soube dos resultados da análise ficou chocada. “Isso é ruim. Ouvimos muitas coisas sobre câncer”. Noroña, que mora próximo a Quito, localizado no Equador, completou dizendo: “Talvez eu esteja exagerando, mas eu tenho medo das coisas que vêm na água”.

As pesquisas mais recentes sobre o assunto falam sobre como os oceanos, os rios, o solo e até mesmo o ar estão poluídos com os microplásticos. Já o recente estudo é o primeiro a revelar que a água que bebemos também contém partículas pequenas do derivado de petróleo. Segundo o estudo, a água de bilhões de pessoas em todo o mundo pode estar contaminada com o poluente.

O ganhador do prêmio Nobel da Paz no ano de 2006, Muhammad Yunus, relatou que essas descobertas devem ser vistas como um alerta para a saúde das pessoas. “Isso deve nos afetar. Nós vemos o nó ficando mais apertado ao redor do nosso pescoço”, disse Muhammad Yunus sobre os efeitos devastadores da poluição humana.

O estudo coletou um total de mais de 150 amostras de água coletadas diretamente da torneira de cidades espalhadas pelos cinco continentes do mundo. A média estimada pela pesquisa é de que 83% das amostras obtidas possuíam fragmentos de plásticos. Essa é uma revelação bastante lógica de que os alimentos também estão contaminados com os poluentes, já que a água da torneira é usada para preparar a comida.

A pesquisa não determinou exatamente como as fibras sintéticas foram parar na água da torneira dos cinco continentes do mundo, mas é evidente que os efeitos disto não serão nada positivos para a saúde humana.

Um novo software pode detectar Parkinson a partir de um desenho

Um software capaz de detectar e medir com precisão se uma pessoa sofre de Parkinson, foi desenvolvido através de um novo estudo sobre a doença.

O estudo que foi primeiramente divulgado no Frontiers of Neurology, aborda uma técnica que envolve traços da coordenação motora do paciente, sendo que após ele ter feito o teste que é nada mais nada menos do que um simples desenho, a precisão do diagnóstico chega a 93% em relação a doença.

O teste consegue detectar o aparecimento da doença ainda em estágios iniciais com uma possibilidade melhor de tratamento. As características dos traços exercidos em uma espiral desenhada pelo paciente, definem vários dados significativos para um diagnóstico preciso.

Os níveis de tonalidade na musculatura do paciente, o grau de tremor nas mãos e outros pequenos detalhes, apresentam as características do Parkinson. Claro que o diagnóstico é bem avaliado pelos médicos, mas esse software consegue dizer muito. O software foi desenvolvido pelo Instituto Real de Tecnologia de Melbourne, que está localizado na Austrália. O mecanismo de funcionamento é simples, sendo que ele está programado em um tablet próprio para os testes. Os pacientes têm que desenhar uma espiral em uma folha de papel sobre o tablet usado no teste.

“Nosso objetivo era desenvolver um sistema eletrônico acessível e automatizado para o diagnóstico precoce do Parkinson, que poderia ser facilmente usado por um médico ou por uma equipe de enfermagem”, explica um porta-voz da equipe que desenvolveu o software.

Para a realização deste estudo, a equipe de pesquisadores contou com a presença de 55 indivíduos, sabendo que 27 deles tinham a doença. O Parkinson foi detectado pelo software nos pacientes que tem a doença com 93% de acerto. Para as pessoas que sofrem deste mal, é possível notar com clareza os aspectos da doença em estágios mais agressivos. O tremor constante, a dificuldade de falar e as limitações diárias, são fatores da doença que levam a afastar as pessoas da sociedade.

Como é o caso do ator Michael J. Fox, protagonista da trilogia “De Volta Para O Futuro”, que sofre de Parkinson há 19 anos. A carreira promissora do ator foi prejudicada com essa doença que até então não tem cura.

Os especialistas acreditam que esse avanço trará novas perspectivas de uma cura para o Parkinson como forma de prevenção.

Você sabe como tratar a bronquite da melhor maneira?

 

Image result for bronquite

A bronquite é a inflamação dos brônquios, canais que levam o ar até os chamados alvéolos pulmonares. Esta inflamação acontece quando os cílios que revestem os brônquios não eliminam os mucos das vias respiratórias, com esse acumulo, os brônquios ficam inflamados e contraídos.

A bronquite pode ser crônica ou aguda, o que diferencia uma da outra é o período que dura e a intensidade das crises, já que na aguda o período é menor, enquanto na crônica, os sintomas persistem na manhã posterior a crise e podem durar de meses a um ano, de maneira consecutiva.

A bronquite tem como principais causas um vírus, mas também pode ser ocasionada por uma infecção bacteriana. Em alguns casos, as crises podem ser desencadeadas por poluentes externos como poeira, tinta, ácaro e inseticidas, além do cigarro, que causa agravamento na doença.

A crise crônica pode desencadear outras infecções respiratórias, como a pneumonia e outras doenças ainda mais graves.

A bronquite tem como principal sintoma a tosse, e por isso é conhecida como “tosse dos fumantes”, um dos fatores que ocasiona a enfermidade e costuma ser presente na bronquite aguda. Já no caso crônico da doença há uma expectoração clara no início que pode se tornar amarelada com o avanço da doença, além de falta de ar e chiado.

O diagnóstico é feito com base nos sintomas, no histórico do paciente e em exames clínicos, além da prova de função pulmonar, na espirometria, necessários em alguns casos para um diagnóstico preciso.

A bronquite aguda é breve, costuma durar de dez a quinze dias no máximo e por isso não detém um tratamento específico. São recomendados cuidados como uma hidratação diária, o uso de vaporizadores, analgésicos, descongestionantes e evitar fatores, como o cigarro e outras substâncias, prejudiciais pro organismo e que provocam crises.

Já no tratamento da bronquite crônica é essencial largar o cigarro e não permanecer de maneira alguma em locais de fumantes. O uso de broncodilatadores, antibióticos, mucolíticos, entre outros pode ser útil, mas só deve ser utilizado com prescrição e acompanhamento médico.

No surgimento dos primeiros sintomas é imprescindível procurar um médico, para que o diagnóstico seja feito e você comece o tratamento ou cuidados o quanto antes, para evitar danos no organismo. Quando é detectada a bronquite crônica é indicado que a pessoa seja vacinada contra a gripe e a pneumonia.

14 pessoas morrem em epidemia de hepatite A em cidade americana

Em San Diego na Califórnia, 264 pessoas foram hospitalizadas devido a uma epidemia de hepatite A e foram registradas 14 mortes pela doença. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças o CDC informou que essa foi uma epidemia com maior índice de morte pelas doenças nos Estados Unidos nos últimos 20 anos.

Os primeiros casos apareceram em novembro do ano passado e o número de casos vem aumentando nos últimos meses segundo as autoridades públicas. A partir de julho foram registradas 9 das 14 mortes e 70% dos 264 hospitalizados são moradores de rua.

O vírus da hepatite A causa fadiga, dor abdominal e náuseas, acompanhadas de febre e a perca do apetite podendo causar a morte. A contaminação na maioria dos casos acontece por alimentos ou água contaminada.

Na Pensilvânia em 2003, houve uma contaminação por molho em um restaurante que matou 3 pessoas e hospitalizou outras 124. Em 2013 uma contaminação por sementes de romã hospitalizou 69 pessoas em 10 estados.

“A causa da epidemia em San Diego, ainda não foi identificada e para o diretor de hepatologia da Universidade da Califórnia, Rohit Loomba, a fonte de contaminação pode ter relação com alimentos distribuídos por grupos a moradores de rua.” E completou: “A minha intuição aponta para uma fonte comum, onde alguém poderia ter dado comida contaminada a um grupo de moradores de rua”, disse Loomba. “Eles não têm acesso a uma fonte limpa de água para lavar as mãos, e uma vez contaminada, eles se tornam fonte da doença para outras pessoas”, o vírus se espalhou por contato pessoal.

Pessoas debilitadas pelo álcool, drogas e outras doenças possuem um risco maior de morte pela hepatite A, porém a vacinação previne que vírus seja contraído. Hábitos de higiene básica também são recomendados como forma de prevenção, como lavar as mãos, e como os moradores de rua não tem infraestrutura pra isso, acabam sendo mais vulnerável a doença.

A falta de banheiro público tem sido muito crítica pelo governo principalmente a noite, pois acabam ficando fechados quando deveriam estar abertos. A demora no controle da epidemia por parte das autoridades foi um alerta e após a impressa ter criticado, uma campanha passou a informar os moradores de rua para serem vacinados gratuitamente, e algumas pias para higienização das mãos estão sendo instaladas na cidade.

Lotes de paracetamol e de amoxicilina são suspensos pela Anvisa

Lote de analgésico genérico do medicamento paracetamol e lotes do antibiótico Amoxil BD foram suspendidos no dia 30 de agosto pela Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O lote do medicamento genérico do paracetamol é o 0130/16 da farmacêutica Hipolabor que corresponde a solução oral de 200mg/ml. Já o antibiótico que é feito à base de amoxicilina tri-hidratada da farmacêutica Glaxosmithkline (GSK), teve todos os lotes suspendidos para as soluções em pó de 200mh/5ml e os de 400mg/5ml.

A Anvisa publicou uma resolução no Dou – Diário Oficial da União, alegando que o paracetamol (medicamento usado para o alívio de alguns sintomas da gripe e de resfriados, sendo os mais comuns as dores de cabeça e febre) que foi suspenso, apresentou material sólido em uma análise do medicamento, quanto na verdade todo o material deveria ser líquido. Sendo assim, a agência avaliou o lote como adulterado mediante a análise feita pelo Laboratório Central de Saúde do Governo de Santa Catarina.

Embora essa constatação não apresente sérios riscos para a saúde dos pacientes, a suspenção aconteceu como uma medida preventiva para evitar possíveis problemas. O lote do paracetamol que teve suspenção tem o prazo de validade até o mês de março de 2018.

No caso do antibiótico Amoxil BD, que possui a penicilina em sua composição, recebeu a suspenção mediante um comunicado do próprio fabricante que pediu o recolhimento dos lotes em questão. O recolhimento voluntário é devido o princípio ativo do medicamento que não teve uma autorização prévia da agência para ser fabricado ou comercializado. Qualquer medicamento que seja fabricado e comercializado com um princípio ativo que não tenha autorização da Anvisa é considerado ilegal, já que a agência tem como objetivo fiscalizar e manter a segurança do consumo da droga.

Nos dois casos, a suspenção tem como objetivo garantir a segurança dos pacientes que consumirem os medicamentos, já que no primeiro caso pode haver pequenos riscos ao consumir o medicamento em material sólido, e no segundo caso em haver possíveis situações alérgicas e efeitos colaterais em utilizar um medicamento com princípio não autorizado pela Anvisa. As empresas se prontificaram a retirar os lotes e reajustar os medicamentos conforme as regras estipuladas pela agência.

 

Tomate contém substâncias que combatem o câncer de pele

O tomate é um dos frutos mais produzidos e consumidos em todo mundo e ainda contém carotenóide, que é responsável na redução de até 50% das doenças causadas pela exposição de ultravioletas conhecidos como UV.

Foram realizados testes em ratos e os pesquisadores observaram que os animais que foram alimentados com tomates, apresentavam uma quantidade menor de tumores cancerígenos de pele quando eram expostos aos raios ultravioletas.

Os pesquisadores ainda não conseguiram descobrir o que exatamente causa esse efeito e acreditam que o carotenóide que é presente naturalmente no tomate, que é responsável pela coloração vermelha, está envolvido nisso e essa descoberta ajudará na potencialização da prevenção e do tratamento das doenças de pele.

Durante o experimento, os pesquisadores alimentaram ratos com 10% da sua dieta contendo pó de tomate no período de 35 dias e após isso eles foram expostos a raios UV. Os ratos machos que receberam a alimentação com tomates desidratados obtiveram uma redução de 50% no crescimento tumoral, comparados aos que não receberam tomate em sua alimentação. Os pesquisadores acreditam que a carotenóide é responsável por esse efeito, porém eles não descartam as outras substâncias presentes no alimento. Segundo Tatiana Oberyszyn, a principal autora do estudo disse que as fêmeas não tiveram o mesmo benefício e os pesquisadores não conseguiram identificar o motivo para isso acontecer.

O oncologista do Hospital Brasília, Renato Sabbag, disse que a pesquisa aponta dados importantes, porém também levanta questionamentos. “Sabemos que uma dieta rica em folhas e vegetal ajuda a evitar uma série de tipos de câncer, não só o de pele. Porém, esses resultados foram vistos em ratos, não tem como sabermos se o mesmo pode se repetir em humanos”, disse o médico, que ressalta que o trabalho ainda precisa ser aprofundado em pontos específicos para um melhor resultado.

O Câncer de Pele corresponde a 30% dos cânceres malignos registrados no Brasil de acordo com o Instituto Nacional de Câncer, o Inca, e apresenta um percentual de cura alto se detectado precocemente sendo mais comum em pessoas com mais de 40 anos de idade. Estima-se que em 2016 foram diagnosticados 175 mil casos da doença sendo 80 mil em homens e 94 mil em mulheres.

5 dicas para manter sua mente e seu corpo saudáveis ao trabalhar pesado

              Image result for trabalho

Algumas pessoas se encontram com esse tipo de horário com frequência. Se você é um deles, você pode se sentir sobrecarregado. Isso pode afetar sua saúde e produtividade.

Pode causar problemas relacionados ao trabalho, incluindo o desgaste do trabalho. Isso é bastante irônico porque, no momento em que você precisa colocar toda sua energia em seu trabalho, o desgaste pode fazer com que você sinta vontade de fazer qualquer coisa além disso.

Você não pode ter outra escolha: coloque o tempo que seu chefe espera ou perca seu emprego. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a sobreviver a semana de trabalho intensa.

Lembre-se de fazer pausas

Embora seja importante manter o foco no seu trabalho, é igualmente crucial tirar pausas periódicas. Isso pode parecer contra intuitivo. Se você tirar tempo de suas tarefas, será que isso não vai atrasar mais para terminá-las?

A verdade é que depois de trabalhar em algo por muito tempo, você pode começar a perder o foco. A sua capacidade de concentração irá melhorar depois de tirar uma pequena pausa.

Continue com sua rotina de exercícios

Um tempo particularmente ocupado no trabalho pode não ser o melhor momento para começar um novo regime de fitness, mas se você já trabalha regularmente, não pare agora. Embora você não tenha tempo para os seus passeios de bicicleta habituais, se isso for seu bem, você pode se encaixar em uma caminhada mais curta.

Tire tempo para diversão

Muitas pessoas que enfrentam ter que trabalhar por 60 horas ou mais por semana, só conseguem ver um horário que se pareça com isto: vá ao trabalho, volte para casa, durma, volte para o trabalho, volte para casa, durma e assim por diante. Isso não deixa espaço para mais nada.

Você precisa encaixar atividades prazerosas nesta rotina, embora você não tenha tempo, você pode encontrar algumas horas por semana para ir ver um filme, assistir seu programa de TV favorito, fazer um piquenique ou simplesmente sair com seus amigos ou entes queridos. Se você não tiver um tempo para se divertir, pode vir a ressentir-se do seu trabalho.

Beba muita água

É imperativo permanecer bem hidratado, não apenas pelo seu corpo, mas também pela sua mente. “A água é essencial para a função cerebral. Se você está tendo problemas para se concentrar, pode ser hora de uma pausa e ir beber água”, diz o especialista em nutrição, Shereen Lehman.

Limite a ingestão de cafeína

Não é incomum que as pessoas busquem bebidas com cafeína, como o café e o refrigerante, quando trabalham horas longas. Enquanto essas bebidas podem ajudar a ficar em alerta, pelo menos por um curto período de tempo, também pode torná-lo nervoso e pode causar problemas gastrointestinais.

 

Diferença entre o pão integral e o pão sem gluten

 

A maior parte da população brasileira não consegue ficar sem consumir pão. Por essa razão, as pessoas que buscam perder peso sempre preferem trocar o pão branco pelo integral, por conter mais fibras, responsáveis pela saciedade. No entanto, nos dias de hoje, um produto que vem chamando a atenção de quem busca uma opção mais saudável, é o pão sem glúten.

Veja a seguir a diferença de ambos:

Pão sem glúten

O pão que não contem glúten, será isento de uma das proteínas presente es cereais como centeio, trigo, aveia e cevada, e isso não significa que seu valor calórico será menor, ou que ajudará no processo de emagrecimento. A principal função desse alimento é ser um substituto para os celíacos, pessoas intolerantes ao glúten. A dieta sem glúten ajuda no emagrecimento pois diminui a ingestão de bolachas, massas em geral e pães. Por esse motivo existe a perda de peso.

Pão integral

Já o pão integral contém a farinha de trigo integral, enquanto na fabricação do pão branco, usa-se a mesma farinha, porém, refinada e processada. Quando a farinha é integral, a casca do trigo que é rica em fibras e nutrientes não é retirada. Normalmente as calorias desse pão costuma ser menor do que as de um pão normal, mas isso nem sempre acontece.

Alguns especialistas acreditam que a ingestão diárias de fibras ajuda a prevenir doenças como diabetes, câncer de mama ou próstata, doenças cardiovasculares e obesidade.

Cuidados na hora da escolha do produto

Alguns alimentos que possuem rótulos integrais, costumam ter mais farinha branca em sua composição do que a farinha integral. Cuidado. Fique atento ao rótulo e suas informações.

Pão sem glúten e integral

Há também versões de pães integrais que não possuem glúten em sua composição. Leia sempre os rótulos dos produtos com atenção.

A intolerância ao glúten

A alergia à ingestão do glúten pode surgir durante todas as fases da vida, desde crianças até idosos. Os sintomas são inchaço, gases, dores de cabeça, indisposição e desequilíbrios gastrointestinais. Conheça mais sobre o glúten aqui.