Consumo moderado de álcool também eleva o risco de vários tipos de câncer

 

Muito se fala sobre os malefícios causados pelo tabagismo, mas o que poucas pessoas sabem é que o consumo de álcool também é prejudicial à saúde. O periódico “Journal of Clinical Oncology”, publicou uma nova pesquisa alegando que o risco de câncer também é aumentado com o consumo de bebidas alcoólicas. A pesquisa ainda revelou que até mesmo o consumo moderado de bebidas alcoólicas eleva o risco de desenvolver alguns tipos de câncer, sendo os mais comuns o de esôfago e o de mama, no caso das mulheres.

Contudo, esses fatos são desconhecidos por quem ingere bebida alcoólica socialmente. A equipe de especialistas da ASCO (sigla em inglês para: Sociedade de Clínica Oncológica Americana), realizou um questionário com aproximadamente 4.000 adultos americanos. As perguntas eram sobre os potenciais fatores de risco para o desenvolvimento de um câncer. Cada um dos participantes tiveram que listar os fatores de acordo com o que acreditavam poder causar a doença.

O questionário revelou que um em cada três dos participantes, conseguiram identificar que o álcool, assim como o cigarro, também é um fator de risco para o surgimento de um câncer. A principal autora da pesquisa e também professora na Universidade de Wisconsin, Noelle LoConte, disse sobre o estudo: “A mensagem sobre os efeitos do álcool é mais sutil. Não é como o cigarro, que nós dizemos ‘nunca fume’, mas é preciso ter em mente que o álcool também é vilão”.

Os pesquisadores foram além do questionário e acabaram por revisar uma série de 120 estudos recentes relatando os efeitos causados pelo consumo de álcool. A conclusão da equipe de pesquisadores é de que 5,5% de todos os casos de câncer que foram recém-descobertos e outros 5,8% de mortes comprovadas pela doença em todo o mundo, estão relacionados com o consumo de álcool.

O mesmo vale para o consumo moderado, explica os pesquisadores. O famoso “beber socialmente” também eleva os riscos do desenvolvimento da doença. Esse consumo, que muitas vezes é associado com uma lata de cerveja de vez em quando, já é o suficiente para aumentar em duas vezes o risco da pessoa desenvolver um câncer, se comparado com quem nunca consome álcool.

A revisão dos estudos revelou que o consumo de álcool possui uma ligação de causa e efeito em diversos tipos de câncer, sendo os mais comuns: boca, cordas vocais, esôfago, cólon, fígado e o câncer de mama. No caso das mulheres, o risco de desenvolver um câncer de mama se eleva apenas com uma dose de qualquer tipo de bebida alcoólica. Além disso, as fases pré e pós-menopausa apresentam um risco ainda maior se relacionado com o consumo de álcool, chega a ser de 5% e 9% respectivamente.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *