Cérebro é afetado pelo coronavírus e pode sofrer efeitos graves

Já é bem conhecido que o pulmão é um órgão muito prejudicado em caso de infecção pela Covid-19. Porém, não é o único. Na verdade, ela pode atingir quase todos os órgãos ou sistemas do organismo, principalmente rins, coração, fígado e cérebro, além do pulmão.

Entretanto, o efeito da Covid-19 sobre o cérebro, e o sistema nervoso como um todo, vem despertando crescente atenção dos pesquisadores que estudam a doença

Os sintomas neurológicos relacionados ao coronavírus podem variar desde anosmia (perda de olfato), confusão mental e formigamentos, até convulsões e catatonia, passando por psicoses como delírios e alucinações. Há notícias até de derrames (AVC) provocados pelo agente infeccioso, o que é considerado bastante grave, podendo levar o paciente à morte.

A infecção pela Covid-19 pode gerar comprometimentos mentais prolongados, ou seja, que permanecem mesmo depois que o paciente é curado, como problemas de apetite, alterações no humor, dificuldade de concentração e depressão, entre outros.

A ação do vírus no cérebro, assim como todos os seus aspectos, está sendo estudada no mundo todo, e ainda não se sabe exatamente como se dá. Mas já há um número relativamente grande de estudos científicos abordado esse tema, como por exemplo um da NEJM (New England Journal of Medicine)

O trabalho da revista americana, uma das maiores autoridades da área médica, relata efeitos neurológicos, como confusão mental e déficit cognitivo, em pacientes que contraíram a enfermidade.

Nos estudos, os pesquisadores lançam algumas possibilidades sobre como o vírus afeta o cérebro. Sabe-se que a doença provoca coágulos sanguíneos, que podem levar ao AVC, e inflamações sistêmicas, que causam diversos sintomas leves e de maior gravidade.

A falta de oxigenação do sangue, devido ao comprometimento dos pulmões, também é apontada como um dos fatores. É investigado se o mal funcionamento dos rins, quando infectados, afeta o funcionamento do cérebro, e se o vírus ataca diretamente as células nervosas.

Cabe destacar que efeitos neurológicos graves provocadas pela Covid-19 são observadas apenas em uma parcela pequena dos contaminados. Somente sintomas de menor gravidade, como confusão mental e dores de cabeça, são mais comuns.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *