Conteúdo na loja online

Cada um de nós adora bons livros. Bom, isto é, aqueles que podem ser interessantes, que são ótimos para escrever, que transmitem conhecimento ou apenas divertem. Você deve ter lido algo que era superficial e sem valor. Tais trabalhos costumam pousar rapidamente na prateleira e nunca mais voltaremos a eles. Por quê? Porque nenhum de nós gosta de conteúdo que não está contribuindo, da mesma forma que o conteúdo encontrado em lojas online. Um cliente que procura um produto deseja receber o máximo de informações possível para ajudá-lo a tomar uma decisão de compra.

Descrições pequenas são um problema para muitas lojas online. Não apenas que os mesmos produtos tenham conteúdo idêntico em lojas diferentes, eles geralmente são reduzidos e não fornecem nenhuma informação ao comprador. Atualmente, o interior conta e, na sua loja, é o cartão do produto e sua descrição. Ao criar uma loja online, esquecemos os textos e os principais negócios. As imagens são uma coisa, mas não são suficientes para mostrar todos os recursos do produto. Não vamos nos enganar: descrições não são importantes para nós, preferimos nos concentrar em estoque, atendimento ao cliente ou contabilidade. Obviamente, esses pontos também são importantes, mas não são os que atraem os clientes para sua loja.

Em uma loja estacionária padrão, é muito mais fácil convencer o cliente a comprar. Vários estímulos que afetam o comprador permitem que você “force” uma reação ou decisão de compra. É por isso que existem porteiros nas lojas de grandes marcas, cada departamento tem seus consultores, fragrâncias adequadas à marca e ao departamento se propagam no ar, e a música certa é emitida pelos alto-falantes. Todo o envelope de vendas foi aperfeiçoado, entre outros. As empresas gastam muito dinheiro para estudar o comportamento do consumidor, e os resultados são usados ​​para melhorar os padrões.

É semelhante no comércio eletrônico. Podemos examinar todas as ações que o cliente executa e ajustar o conteúdo do nosso site às expectativas dos compradores. Nosso objetivo é despertar o interesse do comprador. Podemos fazê-lo por nome, foto ou preço. Quando conseguirmos interessar o cliente, ele prestará atenção à descrição completa do produto.

Marketing boca a boca

O marketing é uma coleção de várias ferramentas que permitem alcançar o cliente com uma oferta. Às vezes, métodos comuns, conhecidos e desgastados deixam de produzir resultados, à medida que os compradores se tornam resistentes à mensagem publicitária. Anestesia de publicidade é um fenômeno muito popular. Em tais situações, outras formas mais “loucas” de marketing são úteis para os negócios: boca a boca, buzz ou marketing viral.

Palavra de boca – O boca a boca, também conhecido como marketing boca a boca, está associado à tradição secular de passar informações de boca em boca. Já nos tempos históricos, o melhor meio da história era a memória humana. O pai passou a história para o filho, que a compartilhou com o descendente. A própria ideia do marketing boca a boca começou a se interessar na década de 1940. Tudo se deve ao fato de que essas campanhas são difíceis de planejar e controlar. Isso ocorre porque seu efeito é voluntário e espontâneo e, o que é mais importante, fala dos próprios consumidores sobre o produto ou serviço.

O papel principal dos profissionais de marketing envolvidos no marketing de sussurro é estimular a conversa sobre um tópico selecionado. Como fazer? Esta é a pergunta mais difícil mas você pode encontrar a resposta. Antes de tudo, você deve organizar reuniões, fornecer aos clientes o conteúdo certo que os mobilizará para reagir. A segunda parte dessas atividades é fornecer aos usuários as ferramentas certas para que eles possam transmitir informações. Essas ferramentas são, por exemplo, blogs, fóruns, salas de bate papo, etc. Construir uma comunidade fiel é a base para tais ações.

Os profissionais de marketing que trabalham nesse tipo de campanha não podem permitir que consumidores e usuários de um produto ou serviço se tornem seus inimigos. A ética requer uma mensagem clara. Você não pode se passar por um usuário e fornecer informações positivas sobre a marca ou incomodar seus concorrentes em nome deles.

O marketing boca a boca é a fonte de informações de marketing mais confiável e mais bem recebida pelos clientes. O marketing boca a boca e todas as suas variações são uma ótima ferramenta que funciona bem no mercado atual. Inovação e diversidade permitem se destacar com a oferta entre os hype predominantes na publicidade, causados ​​entre outros pela concorrência

Como a amostragem afeta as vendas?

Cada um de nós prefere experimentar o produto antes de comprá-lo. Graças a isso, sabemos que atende ou não às nossas expectativas. Testadores, amostras, degustações, versões demo e até test drives são um dos elementos de marketing que acompanham as vendas nos negócios. Uma campanha de marketing de amostra bem conduzida pode ser lucrativa. Então, o que você deve fazer para começar a trabalhar nessa direção?

A história de doar amostras grátis de produtos é tão antiga quanto o mundo, não é uma invenção do homem moderno. Testar ou provar produtos tem o poder de convencê-lo a comprar. Os especialistas acusam essa forma de marketing de que é impossível avaliar realmente qual será a resposta e que a variedade de amostras de marketing é muito menor do que a das campanhas de marketing tradicionais.

A principal razão para a baixa eficiência da amostragem é a seleção incorreta de pessoas a quem servimos amostras. Isso pode ser visto muito bem no caso de amostragens realizadas em supermercados ou durante grandes eventos. Como muitas vezes acontece que a anfitriã é uma funcionária contratada pela agência e, às vezes, é filha de um colega de trabalho, ela não tem ideia do produto que recomenda ou doa. O treinamento rápido não permite que você entenda completamente os produtos e suas funções ou aplicações, e mais importante: as anfitriãs não escolhem o destino corretamente. Um funcionário especializado é mais caro, mas sua eficácia também é maior.

O segundo problema ocorre com o ciclo de vida do produto. Quanto mais jovem ele é, mais campanhas promocionais e amostras. Nos estágios iniciais da vida, tentamos enraizar sua existência na mente dos consumidores. Não se deve esquecer que uma mercadoria que já está no mercado há algum tempo também pode aumentar as vendas graças a um autodeclarado.

Onde e quando a amostragem funcionará? Se você deseja introduzir um novo produto na loja ou no mercado – as amostras são uma das formas mais populares de promoção. Você deve estar interessado no produto, antes de tudo, nas pessoas que usam produtos semelhantes. As indústrias de multimídia e música estão se saindo muito bem nesse tópico. Demonstrações de jogos, faixas de álbuns individuais e “bailes de formatura” para revisores que podem tocar antes de todo mundo antes e depois escrever uma extensa revisão são ferramentas que podem acelerar e aumentar as vendas.

Como integrar marketing e vendas?

Existem muitas empresas nas quais o departamento de marketing e o departamento de vendas são duas equipes completamente separadas que são executadas em direções completamente opostas. Tudo por falta de organização, concorrência ruim e pior de tudo – má gestão por parte dos tomadores de decisão. Olhando para as empresas de dentro, você pode notar muitas “pequenas coisas” que estragam a comunicação interna e, portanto, todo o processo de vendas e marketing nos negócios online.

Imagine que você está introduzindo um produto novo e exclusivo em sua loja. O departamento de marketing obtém seus objetivos e o departamento de vendas obtém seus objetivos. Cada departamento é contabilizado pelos resultados. E aqui surge o primeiro erro de pensar. O marketing aceita os leads adquiridos e o departamento de vendas para as vendas reais. A qualidade do chumbo pode se tornar um fruto da discórdia, que ele compartilhará no início da cooperação. Afinal, sabe-se que, mesmo se adquirirmos 80% dos leads, nunca haverá 100% de conversão deles. Enquanto o departamento de marketing pensa em melhorar a campanha e alcançar o cliente, o pessoal de vendas está fazendo de tudo para vender o maior número possível de produtos. Eles fazem isso com a ajuda das ferramentas disponíveis: computador, telefone e vendas diretas. Quando os comerciantes desafiam a competência dos profissionais de marketing, eles tentam se defender com

Um tempo de mudança – Nos últimos anos, muita coisa mudou na percepção do papel do departamento de marketing na venda de produtos. Até recentemente, ele lidava com a preparação de folhetos, a compra de espaço publicitário em revistas, mas seu papel mudou. Se houver consistência na empresa e os processos forem claros e transparentes, haverá situações em que os departamentos determinam conjuntamente a estratégia de vendas e marketing. Os profissionais de marketing desenvolvem “cartões de vendas”, folhas de dicas para os comerciantes, que contêm as características mais importantes dos produtos vendidos. Esses cartões podem ser usados ​​em contatos com clientes corporativos e como base para descrições de mercadorias na loja virtual. Hoje, os profissionais de marketing coletam dados sobre os clientes, analisam-nos, geralmente são responsáveis ​​pela compra de licenças e contatos com empresas externas. Esse departamento trabalha para fazer com que o cliente receba algo mais.

Jogo da inovação – uma maneira de pesquisar no mercado

A pesquisa de mercado e a compreensão das necessidades dos clientes são um dos elementos-chave dos negócios. Graças a testes, entrevistas e pesquisas, podemos classificar os compradores, descobrir sua sensibilidade ao preço ou custo de entrega. Existem muitas ferramentas no mercado que permitem coletar dados. No entanto, há um que merece atenção especial.

O termo “jogo da inovação” refere-se ao principal método de pesquisa de mercado desenvolvido por Luke Hohmann. Ele criou uma série de jogos simples jogados por clientes de lojas e pontos de atendimento. Durante uma jogabilidade simples e, ao mesmo tempo, eles geraram feedback sobre produtos e serviços. A pesquisa primária é aquela que é coletada diretamente da pessoa examinada e responde a uma pergunta de pesquisa específica. Estudos secundários são dados previamente coletados por outros. O Innovation Game é melhor realizado com pessoas que são beneficiárias diretas de um produto ou serviço, mas acontece que são pessoas que não têm contato com a marca, mas que podem ter no futuro.

O sucesso do “jogo da inovação” é baseado na cooperação de pessoas que participam do jogo e em um grupo de observadores responsáveis ​​por partes individuais do produto ou serviço em estudo. Por exemplo, um jogo simples que visa simplificar os processos de reclamação deve ser observado por várias pessoas relacionadas a reclamações. Deve ser um gerente, um contador, um representante de atendimento ao cliente. Quanto mais observadores associados ao estudo, maior a chance de capturar todas as nuances, sinais verbais e não verbais. Todos os observadores desempenham um papel importante e significativo nisso durante todo o processo.

Os jogos podem ter seus pontos fortes e fracos, e existem milhares de versões diferentes dos jogos acima. Se você deseja usar jogos em sua estratégia, procure guias online ou entre em contato com a empresa de jogos Innovation todos os dias.

Jogo da inovação – uma maneira de pesquisar o mercado? O jogo da inovação é uma ferramenta de marketing, mas também uma ótima ferramenta para gerenciar um workshop da empresa. Funciona muito bem em reuniões que o transformam de sessão chata em brainstorming inteligente. Vale a pena tentar esse tipo de “diversão” pelo menos uma vez.

Conheça José Auriemo Neto, o empresário da JHSF do Brasil

José Auriemo Neto é um dos profissionais de negócios do Brasil desde que se juntou à equipe da JHSF em 2003. Ele agora é o presidente e CEO da empresa, que é uma agência baseada no setor imobiliário. Eles ajudam pessoas que estão comprando ou vendendo empresas maiores, como shoppings ou aeroportos.

José Auriemo Neto é o diretor executivo da empresa imobiliária JHSF Participações. Ele examinou inúmeros projetos e está encarregado de um de seus projetos mais ambiciosos, o Cidade Jardim ou a cidade-jardim. Este projeto traz os três grandes imóveis em uma área. O Cidade Jardim é uma mistura de um centro de vida, um shopping center e uma área de trabalho, tudo em uma única área.

José Auriemo Neto assumiu a JHSF de seu pai, um dos executivos mais jovens da JHSF. Ao entrar no negócio, Neto queria se concentrar no aspecto de incorporação de imóveis em vez de construção. Isso o levou a iniciar projetos como shoppings, hotéis e outros prédios comerciais. Depois de mudar o foco de sua empresa em 1999 para a incorporação, a receita da JHSF agora é de 91% da incorporação apenas.

Alguns dos principais projetos que José Auriemo Neto tem trabalhado incluem os shoppings da estação Metro Santa Cruz e Tucuruvi. Ele também trabalhou no projeto para o prédio de Paris localizado na Vila Nova Conceição. Ele até trabalhou em um projeto em um complexo de apartamentos em Nova York, localizado perto do Central Park. Ele começou na JHSF a partir dos 17 anos, trabalhando como oficial. Aos 27 anos, Neto foi promovido a presidente da JHSF. Desde o início do seu dia de trabalho até o final, Neto interage com cada departamento da empresa. José Auriemo Neto parece ter um papel ativo em todos os seus projetos. Ele supervisiona a construção de projetos para garantir que as coisas estão se movendo de forma segura, oportuna e de qualidade. Ele também gosta de interagir com a equipe de vendas e ajudá-los a fechar vendas vitais para a empresa. Um dos lemas de José Auriemo Neto é “Este negócio é 10% de inspiração e 90% de suor”.

Atualização do Android 10 já está disponível para usuários, informa o Google

Segundo notícias recentes divulgadas pelo Google desde o dia 3 de setembro de 2019, os usuários do Android já podem contar com a nova versão do sistema. O Android 10 já encontra-se disponível para atualização em aparelhos móveis que utilizam as versões antigas do sistema. Os primeiros usuários que tiveram acesso a essa atualização foram os utilizadores de celulares da marcaPixel. Para esses usuários, a atualização encontra-se presente desde a data de divulgação feita pelo Google. Os aparelhos Pixel são produzidos pelo Google e ainda não estão disponíveis para vendas no Brasil.

De acordo com o Google, estão sendo realizados projetos importantes com diversos parceiros que irão lançar versão da atualização para outros dispositivos até o fim deste ano. No mês de maio deste ano, o Google divulgou notícias sobre os dados de aparelhos com o sistema operacional Android instalado. Ao todo, são 2,5 bilhões de aparelhos em um total de 180 companhias que utilizam o sistema operacional.

O novo sistema Android, que pela primeira vez deixou de ser nomeado com referência a algum doce, como vinha sendo feito em outras versões, vem acompanhado de importantes mudanças que deverão abrir as portas para as novas gerações de smartphones que estão chegando no mercado. Uma dessas importantes mudanças é a integração do sistema com a rede de dados 5G e com as tecnologias recentes de telas dobráveis.

Segundo informa o Google, são ao todo 50 novos recursos disponíveis na nova versão do Android que possibilitaram mudanças concretas e necessárias, principalmente no que diz respeito à segurança e a privacidade dos usuários. No mês de maio deste ano, ao decorrer de um evento onde representantes do Google estiveram presentes, o Android 10 foi anunciado oficialmente, e nesta divulgação o foco do novo sistema era a segurança e a privacidade em primeiro lugar. O Android 10 oferece um maior controle nas configurações de privacidade e segurança em qualquer modelo ou marca de aparelho onde o sistema estiver instalado. O controle parental, aponta downloads feitos por crianças, o tempo gasto em cada download, e diversos outros relatórios relevantes para a segurança do usuário. Também é possível acessar o modo noturno com o novo sistema, um recurso que permite mais economia da bateria.

Concurso da Prefeitura de Boa Ventura – PB recebe inscrições

O concurso público da Prefeitura de Boa Ventura – PB recebe inscrições até o dia 20 de outubro de 2019. Os interessados vão encontrar vagas para cargos que exigem que o candidato possua nível fundamental completo, ensino médico, curso técnico em diferentes áreas ou graduação completa. São 111 vagas.

Há vagas para: Agente Fiscal de Tributos (1); Fisioterapeuta (1); Cuidador da sala regular de Ensino e sala de recurso multifuncional (2); Pedreiro (1); Cozinheiro (2); Agente de Limpeza (5); Motorista (8); Auxiliar em Saúde Bucal (2); Merendeira (4); Técnico em Enfermagem (3); Operador de Máquinas (2) e Auxiliar de Serviços Gerais (14).

Estão disponíveis também vagas para: Digitador (4); Agente de combate às Endemias (3); Agente de vigilância (16); Farmacêutico (1); Técnico em Farmácia (1); Agente Fiscal de Obras (1); Nutricionista (2); Agente de Vigilância Sanitária (1); Psicólogo Clínico (2); Eletricista (1); Assistente Social (1); Mecânico (1); Agente Administrativo (3); Coveiro (1); Fonoaudiólogo (1); Inspetor Escolar (2); Advogado (1); Recepcionista (4); Educador ou Orientador Social (2) e também para Enfermeiro (7).

Por fim, o concurso público da Prefeitura de Boa Ventura – PB também quer contratar professores de diferentes áreas de atuação. São elas: Português (1),Geografia (1), Matemática (2), Inglês (1), História (1), Ciências (1) e Educação Física (2). Ainda na área de ensino, o concurso público da Prefeitura de Boa Ventura – PB traz vagas para Supervisor de Ensino (1) e Coordenador Pedagógico (1).

A remuneração oferecida é de pelo menos R$ 998,00 e de no máximo R$ 1.662,53. As horas trabalhadas por semana variam entre 26h a 40h.

Interessados em participar do concurso público da Prefeitura de Boa Ventura – PB pelo site cpcon.uepb.edu.br. As inscrições poderão ser feitas até o dia 18 de setembro de 2019.

A taxa de inscrição do concurso público da Prefeitura de Boa Ventura – PB varia entre R$ 65,00; R$ 85,00 e R$ 105,00. A prova do concurso público da Prefeitura de Boa Ventura – PB está prevista para o dia 20 de outubro de 2019. Há ainda casos nos quais será feita prova de títulos. Em outros, será realizada a prova prática. Mais notícias podem ser encontradas no mesmo site da inscrição.

Atualizações do Windows 10 demandam cada vez mais da CPU em pesquisas locais

Usuários do sistema operacional Windows dentro e fora do Brasil estão relatando uma drástica queda de performance do Windows 10 de acordo com as últimas atualizações que ocorram no sistema. A atualização “KB4512941”, a última atualização lançada em 30 de agosto de 2019, fez o sistema operacional utilizar ainda mais o processamento do computador permitindo que a “Cortana” use ainda mais a CPU do computador. O sistema Windows 10 já tem como característica a lentidão do sistema de acordo com diversos usuários.

Em notícias e em diversos fóruns na internet falando sobre o assunto, usuários inconformados dizem que a solução para esse problema pode ser encontrada quando é desativada a integração entre o menu iniciar junto com a pesquisa do Bing. Isso aponta que o recurso Cortana do Windows pesa muito para a CPU, fazendo com que o processamento fique constantemente na casa dos 100%.

A dona do sistema operacional Windows, Microsoft, lançou uma página específica voltada para cada atualização já lançada, e permite reunir todas as informações relevantes sobre as atualização explicando onde ocorreram as mudanças a cada atualização comentando sobre possíveis erros. No dia 3 de setembro de 2019, a página da empresa informou que não está ciente sobre os problemas relatados devido a última atualização.

O Windows 10 é um sistema configurado de fábrica para facilitar a vida do usuário quando algo é digitado no menu iniciar, mostrando a pesquisa dos arquivos contidos na máquina do usuário ou na internet, por meio do Bing. A pesquisa realizada no Bing acontece de forma automática quando qualquer coisa é digitada no menu iniciar, pesquisando resultados também na web.

Nas versões anteriores do Windows 10, o usuário podia fazer sem grandes dificuldades essa desintegração entre a pesquisa no menu iniciar com o Bing integrado. Porém, nas atualizações mais recentes do sistema, essa opção deixou de existir.

Segundo informa o site “Windows Laster”, foram identificados alguns problemas relatados por “Insiders”, usuários do sistema que voluntariamente dão feedbacks sobre as atualizações do Windows que vão ocorrendo e somente após esses feedbacks as atualizações são distribuídas entre todos os usuários. Porém, os problemas de saturação da CPU relatados pelos “Insiders” não foram relevantes e ainda assim, a Microsoft disponibilizou as atualizações.

Facebook anuncia que a contagem de curtidas nas postagens será removida em breve

Segundo informações divulgadas pelo Facebook, a rede social deverá seguir a ação adotada pelo Instagram em relação a contagem de curtidas nas postagens dos usuários. Nas notícias divulgadas pela rede social, o Facebook deixou claro que em breve ocultará a contagem de likes em todas as postagens realizadas na rede social.

Essa informação foi confirmada no dia 2 de setembro de 2019 pelo site TechCrunch, especialista em tecnologias. Porém, a rede social não informou a data exata e nem mesmo quais países farão parte desta modificação. Em relação ao objetivo da iniciativa, o Facebook destacou que isso deverá proporcionar uma diminuição da competição entre os usuários da rede social, visto que esse clima de competição oferece diversos problemas às pessoas, principalmente na auto-estima.

Segundo uma publicação feita no TechCrunch, uma engenheira descobriu alterações no código do app do Facebook que aponta a extinção da contagem de likes que será adotada em breve pelo Facebook. De acordo com Jane Manchun Wong, a engenheira responsável pela descoberta, o código é semelhante ao que está sendo utilizado pelo Instagram em relação a descontinuação da contagem de curtidas.

“Com esta nova alteração que ainda não foi lançada, a contagem de likes, curtidas e reações de um modo geral ficará escondida para os usuários, exceto para o criador da postagem”, informou Wong. “Os nomes das pessoas que curtiram ou reagiram às publicações no Facebook ainda poderão ser vista normalmente, apenas a quantidade ficará escondida dos usuários”, explicou Wong.

Segundo Wong, essa iniciativa do Facebook é uma tentativa de tornar a rede social menos competitiva para os usuários, contribuindo ainda para a redução da ansiedade e demais problemas desencadeados pelas comparações de reações nas postagens.

Outro detalhe que também não foi divulgado pelo Facebook é sobre a data que iniciaram os testes para essa nova abordagem. De acordo com a publicação feita no TechCrunch, o projeto será confirmado pelo Facebook que logo após liberará a versão de teste de forma gradual para os usuários. Isso será fundamental para levantar dados sobre a nova mudança, considerando o impacto no uso da rede social e na receita gerada pelos anúncios feitos no Facebook.